O Comité Económico e Social Europeu (CESE) anuncia a abertura das candidaturas para o seu Prémio para a Sociedade Civil de 2019. O prémio, que este ano tem como tema «Mais mulheres na sociedade e na economia europeias», recompensará iniciativas e projetos inovadores que lutem pela igualdade de oportunidades e de tratamento entre mulheres e homens em todas as esferas da vida económica e social. O Prémio CESE para a Sociedade Civil está aberto a todas as organizações da sociedade civil, registadas oficialmente na União Europeia, que operem a nível local, regional, nacional ou europeu. São igualmente aceites candidaturas de cidadãos a título individual. Só as iniciativas ou projetos já executados ou em curso são elegíveis.

O prémio, no valor de 50 mil euros, será partilhado por um máximo de cinco vencedores. O prazo para a apresentação das candidaturas é dia 6 de setembro de 2019, às 10 horas, e a cerimónia de entrega dos prémios terá lugar no dia 12 de dezembro de 2019, em Bruxelas. Para saber mais, clique aqui

As jornalistas Teresa Abecasis, com a reportagem no Público “Polónia: a liberdade de expressão está a passar à clandestinidade?", e Bruna Soares com a reportagem no Diário do Alentejo "Buinho: Messejana tem uma residência criativa onde existe o único fablab do Baixo Alentejo", venceram nas categorias Nacional e Regional, respetivamente. As vencedoras da categoria Estudante foram as três estudantes da Universidade Lusófona do Porto com o trabalho académico em formato podcast “Erasmus na Ponta da Língua”. O júri recomendou ainda a atribuição de uma Menção Honrosa à equipa da TVI composta por André Carvalho Ramos, Romeu Carvalho e João Pedro Ferreira pela reportagem “Indesejados: um ano depois”. 

Pelo segundo ano consecutivo, o Prémio de Jornalismo Fernando de Sousa vem para o Baixo Alentejo! Muitos parabéns ao Diário do Alentejo e à Jornalista Bruna Soares!

Ursula von der Leyen garantiu nesta terça-feira a sua eleição para a presidência da Comissão Europeia. Para saber mais, clique aqui

Os vencedores serão anunciados pelo Comissário europeu Carlos Moedas na cerimónia que decorre no dia 19 de julho às 11h00, no NewsMuseum em Sintra. Destaque para a nomeação de Bruna Soares, jornalista do Diário do Alentejo. Para saber mais, clique aqui

O Desporto é divertido, excitante e aproxima as pessoas. O Desporto baseia-se na cordialidade e no respeito, independentemente de quem somos ou da nossa origem. Assim, o Desporto é uma ferramenta importante para quebrar barreiras e construir uma sociedade mais inclusiva. A Comissão Europeia #BeInclusive EU Sport Awards reconhecerá organizações que usam o poder do desporto para aumentar a inclusão social de grupos desfavorecidos. Para saber mais, clique aqui.

A Comissão Europeia anunciou que, em resultado das negociações com o Airbnb, a plataforma melhorou e clarificou plenamente a forma como apresenta as ofertas de alojamento aos consumidores, que passaram agora a estar em conformidade com as normas estabelecidas na legislação da UE em matéria de defesa do consumidor. Para saber mais, clique aqui

O Programa “Europa para os Cidadãos” financia projetos que contribuem para a compreensão da União Europeia, da sua história e diversidade, promovem a cidadania europeia e melhoram as condições da participação cívica e democrática.

O candidato e os parceiros dos projetos devem ser organismos públicos ou organizações sem fins lucrativos, dotados de personalidade jurídica: Municípios, Comités de geminação, Organizações sem fins lucrativos, Fundações e Federações de interesse geral europeu.

Estão abertas três candidaturas, até 2 de setembro de 2019:

- Geminação de Cidades - estimula a cooperação e a compreensão entre os povos da Europa. Subvenção máxima de €25.000.

- Redes de cidades – desenvolve a cooperação dos Municípios de forma mais sustentável e forte. Subvenção máxima de €150.000.

- Projetos no domínio da sociedade civil - apoia parcerias e redes, convidando os cidadãos a debater temas prioritários ao nível local e europeu. Subvenção máxima de €150.000.

Para saber mais, clique aqui

Bruxelas e o Mercosul assinaram um acordo comercial que cria o maior espaço de comércio livre do mundo com 780 milhões de consumidores. Para saber mais, clique aqui