Começa hoje a entrega das primeiras doses de vacina compradas pela Autoridade de Preparação e Resposta a Emergências Sanitárias (HERA) da Comissão Europeia na contexto do atual surto de varíola dos macacos, com a chegada das primeiras 5 300 doses a Espanha, de um total de 109 090 doses adquiridas. Saiba mais aqui

Na sequência da nova invasão da Ucrânia, a Rússia continua a utilizar o gás natural como arma política e económica. A coerção energética da Rússia exerceu pressão sobre os mercados da energia, aumentou os preços para os consumidores e ameaçou a segurança energética mundial. Essa pressão tornou-se patente recentemente pelas graves perturbações do aprovisionamento de gás de vários Estados-Membros da União Europeia, causadas por motivos políticos. 

Saiba mais em https://europa.eu/!FHXQrV

Nos dias 26 e 27 de junho, o comissário europeu do Ambiente, Oceanos e Pescas, Virginijus Sinkevičius participa na Conferência dos Oceanos das Nações Unidas, encabeçando a delegação da União Europeia. Saiba mais aqui

A Comissão adotou propostas pioneiras para restaurar os ecossistemas degradados e regenerar a natureza em toda a Europa; das terras agrícolas aos mares, florestas e ambientes urbanos. A Comissão propõe igualmente reduzir em 50 %a utilização dos pesticidas químicos e os riscos conexos até 2030. Saiba mais aqui

A Comissão Europeia instaurou procedimentos de infração contra o Reino Unido por incumprimento de partes significativas do Protocolo relativo à Irlanda/Irlanda do Norte. Apesar dos repetidos apelos para que aplique o Protocolo, o Governo do Reino Unido não o fez. Trata-se de uma clara violação do direito internacional. Saiba mais aqui

A Comissão Europeia aprovou, ao abrigo das regras da UE em matéria de auxílios estatais, uma medida espanhola e portuguesa no valor de 8,4 mil milhões de EUR destinada a reduzir os preços grossistas da eletricidade no mercado ibérico (MIBEL), através da redução dos custos dos fatores de produção das centrais elétricas alimentadas a combustíveis fósseis. Saiba mais aqui

Mais de metade (52 %) dos europeus inquiridos com idades compreendidas entre os 15 e os 24 anos disseram ter comprado pelo menos um produto falsificado em linha durante o ano passado, quer intencionalmente quer de forma acidental, e um terço (33 %) disse ter acedido a conteúdos digitais a partir de fontes ilegais. Em Portugal, 34 % dos jovens compraram intencionalmente uma falsificação e 17 % acederam conscientemente a conteúdos pirateados. Por outro lado, 60 % dos jovens europeus disseram preferir o acesso a conteúdos digitais de fontes legais, em comparação com 50 % em 2019. Em Portugal, esta percentagem é mais elevada e representa 68 % dos jovens. Saiba mais aqui

Estão de volta os seminários de formação em linguagens computacionais para jovens e menos jovens, mesmo sem conhecimentos prévios. A Comissão Europeia e o Parlamento Europeu em Portugal, através da Casa Europa, disponibilizam gratuitamente mais uma edição de formação em programação online. Esta iniciativa contribui para o objetivo de levar a programação e a literacia digital a todos, constituindo uma oportunidade para melhorar as competências digitais, cada vez mais solicitadas em termos profissionais. Saiba mais aqui