Manter o horário de Verão todo o ano ou dar aos países a hipótese de escolher o seu horário? Eram estas as duas alternativas de uma consulta pública online da Comissão Europeia (CE) sobre o horário de Verão que terminou esta quinta-feira à noite. Ao todo, a CE recebeu mais de 4,6 milhões de respostas dos 28 Estados-membros da União Europeia (UE) a este questionário lançado a 4 de Julho. A CE anunciou no final desta manhã que irá agora analisar as respostas e publicar um relatório sobre os resultados nas próximas semanas. 

Fonte comunitária precisou à Lusa que a anterior consulta pública mais participada – relativa à preservação da natureza, designadamente sobre as directivas “aves” e “habitats” – havia suscitado um total de 552 mil respostas, seguida de uma consulta sobre a modernização e simplificação da Política Agrícola Comum, que reuniu 322 mil contributos, números portanto muito aquém daqueles agora registados na consulta sobre a mudança de hora, que teve uma adesão inédita por parte dos cidadãos e entidades de todos os Estados-membros (não estando ainda disponibilizados dados por país).

Para saber mais, clique aqui.

Nos primeiros seis meses deste ano, o excedente comercial da União Europeia com os Estados Unidos aumentou para 66,9 mil milhões de euros, um valor que compara com 56,2 mil milhões de euros no primeiro semestre de 2017. Para saber mais, clique aqui.

As economias da zona euro e da União Europeia cresceram no segundo trimestre 2,2% em termos homólogos e 0,4% face ao trimestre anterior, com Portugal a registar um crescimento ligeiramente acima da média, revela o Eurostat. Para saber mais, clique aqui.

A Europa está preocupada com o desperdício causado pelo facto de diferentes marcas optarem por diferentes carregadores, no que a smartphones diz respeito. Para saber mais, clique aqui

A União Europeia anunciou hoje uma nova legislação para proteger as empresas europeias no Irão. Uma medida para minimizar o efeito das novas sanções dos Estados Unidos contra o país. Para saber mais, clique aqui

O comissário europeu para a Ajuda Humanitária e Gestão de Crises, Christos Stylianides, declarou hoje que a União Europeia está a acompanhar atentamente a situação do incêndio na zona de Monchique, distrito de Faro, e está "pronta para ajudar". Para saber mais, clique aqui

A Comissão Europeia está ao lado dos agricultores europeus este verão para fazer face às dificuldades relacionadas com secas extremas. Os agricultores poderão receber antecipadamente os seus pagamentos diretos e a título do desenvolvimento rural e ser-lhes-á concedida maior flexibilidade na utilização de terras que normalmente não seriam utilizadas para produção, a fim de alimentar os seus animais. A situação de seca em curso e prolongada em vários países da UE está a ter um impacto significativo na produção de culturas arvenses, bem como na alimentação animal, o que também poderá ter também um impacto no bem-estar dos animais. Além disso, a redução do nível de alimentos para animais tem um impacto especial no rendimento dos criadores, uma vez que tal aumentará os seus custos de produção, caso se verifique uma escassez de forragens no final do ano. Para saber mais, clique aqui

Uma sondagem divulgada esta segunda-feira no Reino Unido indica que metade dos britânicos deseja a realização de um novo referendo sobre a saída do país da União Europeia (UE), o designado “Brexit”. Fonte: Observador