O Programa «Voluntariado Jovem para a Natureza e Florestas» visa promover práticas de  voluntariado juvenil no âmbito da preservação da natureza, florestas e respetivos ecossistemas, através da sensibilização das populações em geral, bem como da prevenção contra os incêndios florestais e outras catástrofes com impacto ambiental, da monitorização e recuperação de territórios afetados. A data-limite de candidatura é 28 de setembro de 2018. Para saber mais, clique aqui

Em resposta às preocupações dos consumidores com a qualidade dos alimentos e as práticas fraudulentas no domínio alimentar, a Comissão Europeia lança hoje um Centro de Conhecimento sobre a Fraude Alimentar e a Qualidade dos Alimentos, gerido pelo Centro Comum de Investigação. Para saber mais, clique aqui.  

No âmbito da celebração do Ano Europeu do Património Cultural, foi criado o Prémio Escolar AEPC 2018. Destina-se ao 3º Ciclo do Ensino Básico e ao Ensino Secundário e propõe aos docentes que realizem com os seus alunos atividades pedagógicas de pesquisa, seleção e análise de aspetos do Património Cultural Europeu (material ou imaterial). O prémio visa promover o conhecimento do património cultural europeu nas suas múltiplas dimensões e mutações, dinamizando iniciativas que garantam a sua sustentabilidade e proteção, assim como o diálogo entre diferentes realidades culturais. Para saber mais, clique aqui

Miguel Castillo tornou-se, de forma inadvertida, no estudante mais mediático e requisitado da Universidade de Valência: Miguel tem 80 anos e prepara-se para continuar a estudar História, mas em… Verona (Itália), graças à bolsa Erasmus que recebeu. Nos corredores da escola é saudado por professores e colegas que lhe dão os parabéns por mais esta etapa do seu percurso académico.  "Fui recebido de forma excelente; a idade não é um problema", afirmou o avô de seis netos! Para saber mais sobre esta história, clique aqui.

A Representação da Comissão Europeia em Portugal lançou o concurso «Elevator Pitch – IdeiasQueMarcam» no dia 27 de fevereiro. O concurso tem como objetivo premiar projetos e ideias inovadoras com a oferta de formação e de um valor monetário que apoia o arranque desses projetos.

A Comissão Europeia propõe aumentar o montante máximo dos auxílios estatais que os Estados-Membros podem distribuir sem notificação prévia, de 15 000 euros para 25 000 euros, ao longo de três anos, por exploração agrícola. Os chamados auxílios «de minimis» revelaram-se especialmente útil em tempo de crise, pois permite uma reação mais rápida para ajudar os agricultores a superar situações de emergência, tais como lacunas temporárias de liquidez. A Comissão responde ao apelo dos Estados-Membros para aumentar o limite máximo dos auxílios, o que lhes permite distribuir fundos em maior escala e mais rapidamente sem as necessárias notificações.

Foi recentemente lançada a Campanha “Sabia que…?”, coordenada no âmbito da Rede de Comunicação Portugal 2020, que integra todos os Programas Operacionais. A Campanha “Sabia que…?” traduz-se na impressão de frases em pacotes de açúcar (cerca de 5 milhões!), onde se divulgam resultados dos apoios dos fundos da União Europeia em Portugal. Pretende.se, deste modo, realçar os benefícios destes apoios para as pessoas e para as regiões, melhorando a perceção do público português sobre o impacto da aplicação destes fundos no nosso país. E você? Já bebeu café hoje?

Estes quatro países prometem criar um documento em que se reivindique uma Política Agrícola Comum com um orçamento mais forte. Segundo a Agência EFE, o secretário-geral da Agricultura espanhol, Carlos Cabanas, e os congéneres dos outros países decidiram elaborar uma proposta com “pontos comuns” sobre a reforma da PAC e contam apresentá-la à Comissão Europeia e ao Conselho de Ministros da Agricultura durante o mês de março. Para além de manter a ideia dos fundos ambiciosos, também é intenção dos representantes destes quatro países que o novo modelo de PAC pós 2020 tenha um quadro comum que evite problemas e alterações de concorrência.