O plano é o mesmo que foi apresentado em Março, o valor total é semelhante  – 560 milhões de euros de aplicação prevista entre 2019-2023 – e até a projecção de emprego – “criação de 10.500 postos de trabalho” repete a decisão governamental de Março passado, admitiu hoje Capoulas Santos aos jornalistas. Foi a 3 de Março que o actual Governo apresentou o programa de regadio.

O que é realmente novo na reunião do Governo desta quinta-feira, 20 de Setembro, foi a criação da unidade de gestão que ficará com a parte do financiamento de dois bancos da União Europeia. Uma etapa jurídica necessária para que todo o plano dos próximos cinco anos possa avançar.

Para saber mais, clique aqui.