Estes quatro países prometem criar um documento em que se reivindique uma Política Agrícola Comum com um orçamento mais forte. Segundo a Agência EFE, o secretário-geral da Agricultura espanhol, Carlos Cabanas, e os congéneres dos outros países decidiram elaborar uma proposta com “pontos comuns” sobre a reforma da PAC e contam apresentá-la à Comissão Europeia e ao Conselho de Ministros da Agricultura durante o mês de março. Para além de manter a ideia dos fundos ambiciosos, também é intenção dos representantes destes quatro países que o novo modelo de PAC pós 2020 tenha um quadro comum que evite problemas e alterações de concorrência.